Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gritos mudos no silêncio das palavras!

Aqui toda a palavra grita em silêncio, sozinha na imensidão de todas as outras deixa-se ir... Adjetiva-me então

Deixa-te de Merdas

Abril 22, 2022

Carlos Palmito

istockphoto-465944521-612x612.jpg

— Rodolfo, deixa estar isso, eu pago. — disse ela, pegando na conta que o garçon tinha deixado em cima da mesa virada para o seu marido.

— Mas Júlia, está toda a gente a olhar.

— Que olhem.

— E vão começar a comentar, vou ser o palhaço que nem consegue pagar o jantar à mulher.

— Não é questão de não conseguires, mas eu ganho quase o dobro de ti.

— E eu não sei? Eles lembram-me disso todos os dias, a gozar com a minha cara… — responde em desânimo.

— O quê? Não me digas que és como o Vitor? Lugar de mulher é na cozinha, é isso?

— Não… — se pudesse ter um lugar para se enterrar, Rodolfo enterrava-se. — mas às vezes gostava de ter mais respeito deles.

— Daqueles merdas? Que acham que a esposa é uma mulher a dias? E depois vão para os bares bater couro a crianças? O pá… deixa-te de merdas.

 

Imagem encontrada na net

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D