Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gritos mudos no silêncio das palavras!

Aqui toda a palavra grita em silêncio, sozinha na imensidão de todas as outras deixa-se ir... Adjetiva-me então

Quem mente cai-lhe um dente

Novembro 04, 2021

Carlos Palmito

Certo dia no capoeiro, uma velha galinha acordou antes do galo capão.
Olhou com orgulho para os seus grandes ovos e contou:
— Um, dois, três… — levantou as asas e voltou a contar. — Um, dois, três?!
Faltava um, o maior de todos.
Em desespero gritou:
— Ajudem, ajudem, fui roubada!
A coruja na árvore acordou, ainda ramelenta e rabugenta perguntou:
— Que se passa?
— Alguém roubou o maior dos meus ovos! — choramingou a galinha.
Nesse momento a coruja lembrou-se que durante a noite o jovem furão foi ao capoeiro, escondido pelas sombras, e saiu com algo nas mãos, mas bateu com a cara num ancinho e perdeu um dente.
Rapidamente na sua sabedoria chamou todos os animais, o rafeiro, o gato, as galinhas e o galo.
Perguntou quem tinha roubado o ovo, todos disseram:
— Eu não, eu não.
— Quem mente perde um dente. — disse a coruja sabiamente — Deixem ver a quem falta um.
O furão foi rapidamente apanhado, pois nem se lembrava de ter perdido o dente.
Moral: Não devemos tirar o que não é nosso, nem devemos mentir.

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D