Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gritos mudos no silêncio das palavras!

Aqui toda a palavra grita em silêncio, sozinha na imensidão de todas as outras deixa-se ir... Adjetiva-me então

Monstro no Jardim

Julho 18, 2022

Carlos Palmito

mostro.jpg

 

Escolhe o ritmo, escolhe o ritmo e eu escolho a arma.
Escolhe o som, o baque, a queda, eu escolho a dor, a dor… o amor!
Escolhe a cor, o tom claro, o tom escuro, os espetros das tonalidades cromáticas.
Não importa, não interessa, eu levo o branco, o negro e os universos em colisão, os que se transmutam uns nos outros, não é assim que sou?
Não é isso que me torna em mim?
Um monstro perdido num jardim?
Éden talvez? Ou Minos.
Não interessa, deixa a parede incólume, um dia marro lá com os meus próprios cornos.
 
 
Imagem encontrada na NET

Mensagens

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D