Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gritos mudos no silêncio das palavras!

Aqui toda a palavra grita em silêncio, sozinha na imensidão de todas as outras deixa-se ir... Adjetiva-me então

Peões na terra de ninguém

Setembro 21, 2022

Carlos Palmito

1600x1200-wp3269711.jpg

Algemas que aprisionam almas, estrelas sem brilho nos alicerces da criação, frias na universalidade gélida do cosmos.

Flores de lótus afogadas no pântano da civilização, memórias esquecidas e mágoas sem possibilidade de cicatrização, a agonia do ser que há muito deixou de estar acordado.

Olvidaram os Deuses do Homem; este seguiu em frente, na sua solitude, asfixiado pelos aromas de lavanda, as cores do barro e os olhos colados ao chão… amargurado pelo ensurdecedor som do silêncio absoluto.

Ontem choveu, era vermelha a água, sangue de batalhas anciãs, dancei sob ele, até os pulmões colapsarem, os músculos cederem e os olhos se cerrarem, mordi o lábio nesse instante e tombei sobre a minha criação.

As areias do tempo continuam o seu percurso na ampulheta da vida, ainda aqui estou!

E se esta for a derradeira realidade, a loucura insana na minha cabeça, um jogo de tabuleiro, onde somos meras peças no teatro da vida, movidas por uma coruja e uma raposa?

 

Texto criado para Os desafios da Abelha, nos quais de vez em quando vou participando, este é o tema 34. 
Os Desafios da Abelha | 52 semanas de 2022 | tema 34, "e se..."

 

P.S. Imagem encontrada na net

 

CRIATURAS NOTÍVAGA(S) Nº 21 — 31/08/2022

Setembro 01, 2022

Carlos Palmito

301851479_2945235532443256_1007673381798725527_n.j

Boa tarde!
Era para ter publicado ontem o link para a continuação das criaturas, mas tenho andado num pandemónio, e… bem, ontem aproveitei praia, foi uma tarde muito boa, daí não consegui parar um pouquito para vos deixar a ultima edição.

Mas garanto, a água estava ótima, as algas também, pelo menos as que ingeri, e o mar, esse continua salgado.

Sobre os contos, esta é a edição número 21, e foi batizado de “Ponto sem retorno” o link, segue já ali em baixo:

CRIATURAS NOTÍVAGA(S) Nº 21 — Ponto sem Retorno

E como já devem saber, o hábito faz o monge, não é que eu seja monge… nem que vista hábitos, mas, enfim, segue também o podcast para quem não tem tempo para ler, ou quem leia mas também aprecie ouvir, ou até mesmo para quem só aprecie o som. Link a seguir:

Podcast Criaturas Notívagas – nº 21

Mais um conto de Carlos Palmito. Mariana foi raptada pelo gigante e agora? Ódin encontrará forças para ir em sua captura e tirá-la das garras de seu inimigo? QUem se habilitará em ajudar Ódin nessa jornada? Leiam e comentem. Se não tiver tempo de ler, escute no Spotify.

 

Um excerto do conto escolhido por mim:

Para combater monstros, necessitamos de monstros, demónios expurgados do nosso coração, seres desprezíveis que se sentam ao nosso lado na mesa do jantar, criaturas que conseguem os atos que nós jamais nos atrevemos a pensar.

 

Bem, são horas de ir, talvez escrever, quiçá enlouquecer, o mundo é grande e o tempo parco.

A Todos o meu sincero obrigado.

 

P.S. – Foto encontrada na net

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D