Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gritos mudos no silêncio das palavras!

Aqui toda a palavra grita em silêncio, sozinha na imensidão de todas as outras deixa-se ir... Adjetiva-me então

A Queda

Março 04, 2022

Carlos Palmito

274717315_1106541140131221_7347222578580016538_n.p

Involuntário, o movimento foi instintivo, já nem se recordava como ali tinha ido parar, apenas sabia que estava naquele local… desamparado, perdido. 

Perscrutou o horizonte a tentar encontrar um ponto que reconhecesse, mas tudo se lhe afigurava igual… rochas salientes, pinheiros pintados a neve e uma imensidade interminável de gelo. 

A bússola há muito que perdera a sua função, girava numa constância infindável, não existia norte nem sul, nem sequer qualquer outro ponto cardeal, tudo o que subsistia encontrava-se nos limites do seu olhar, o frio e branco toque da morte. 

Delineou um projeto, a sua mente traçou todos os detalhes, sobreviver a qualquer custo… mas o corpo estava esgotado, tombou na suavidade cândida do mundo onde se encontrava. 

Deitado de costas, a contemplar os flocos que caiam infinitamente, desenhou o seu ultimo anjo, verteu a derradeira lágrima que congelou na sua face e escutou o universo. 

Ao longe, nove lobos uivaram num coro canídeo, um vento cortante trouxe-lhe cânticos perdidos dos confins da era dos Deuses, a primavera do homem estava para chegar, mas ali, de costas… a auscultar o cosmos, ele sabia que jamais veria a sua essência descongelar. 

 

Imagem encontrada na net

CONTOS DE UM FUTURO DISTANTE Nº 3 — 01/03/2022

Março 01, 2022

Carlos Palmito

pexels-christopher-gawel-238210.jpg

Mais uma terça-feira chegou, e novamente uma publicação.
Desta vez é um conto que se prolongará por mais duas terças… ou seja, é um terço de um conto.
De novo publicado na valletibooks., segue po link em baixo. 

CONTOS DE UM FUTURO DISTANTE Nº 3 — 01/03/2022

Espero que se deliciem, não só com o meu “De anjos e fadas – Capitulo 1 – Uma mosca no jardim”, mas também com o dos meus amigos contistas.

Se puderem, agradecia imenso um feedback aqui.
Desde já a minha enorme gratidão por me lerem.
Um abraço!

Alessandra Valle conta um caso de um crime por ciúmes. Envolva-se nessa trama e descubra o seu final. Diretamente de Portugal, Carlos Palmito nos brinda com um conto escrito em 2005 e foi re-escrito agora, especialmente para o nosso blog. O conto de Carlos será publicado em 3 partes. E eu, Luiz Primati, trago um conto de 2018, publicado inicialmente no Facebook em partes e depois entrou para o livro: "Velhas Histórias Urbanas" que foi baseado num fato e será publicado em 2 partes.

 
 
 

Esse caderno tem a intenção de divertir os nossos leitores que, sempre acabam tirando algum ensinamento para suas vidas.

 

Foto de Christopher Gawel no Pexels

Mensagens

Pág. 6/6

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D