Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gritos mudos no silêncio das palavras!

Aqui toda a palavra grita em silêncio, sozinha na imensidão de todas as outras deixa-se ir... Adjetiva-me então

Leap of Faith

Novembro 06, 2021

Carlos Palmito

Salto então da torre iniciando uma descida vertiginosa!
Sempre foi mais fácil a queda que a ascensão… sinto o gélido ar deste Inverno infernal perfurar-me a pele, abençoo cada dor provocada, nelas estou vivo, nelas sinto (me)…
Existe perpetuamente alguém que necessita de ajuda na cidade cristalina… Mesmo nas noites sem luar tudo brilha (orgulho e arrogância) … Uma velha perdeu o gato, uma rapariga a virgindade, um rapaz a dignidade… consigo encontrar o gato, afinal estamos na cidade do pecado, que será dele sem um felino?
A velocidade aumenta e a distancia do chão encolhe, na minha mente consigo imaginar-me a esborrachar, tornar-me apenas uma mancha de carne esmigalhada e sangue a escorrer para a sarjeta.
Sei que nenhuma dor ia sentir devido à velocidade do impacto, a cadeia nervosa não teria tempo de mandar sinal ao cérebro… mesmo assim, sei que me reconstruiria, esse é o que sou, uma reconstrução total de mim, posso desintegrar-me em ácido, e do nada surjo de novo, totalmente reedificado. Vivo então apenas na dor, procuro a máxima, talvez um dia encontre a que me leve para alem do poder de reconstrução.
Abro os braços e plano nos últimos segundos!

Quem mente cai-lhe um dente

Novembro 04, 2021

Carlos Palmito

Certo dia no capoeiro, uma velha galinha acordou antes do galo capão.
Olhou com orgulho para os seus grandes ovos e contou:
— Um, dois, três… — levantou as asas e voltou a contar. — Um, dois, três?!
Faltava um, o maior de todos.
Em desespero gritou:
— Ajudem, ajudem, fui roubada!
A coruja na árvore acordou, ainda ramelenta e rabugenta perguntou:
— Que se passa?
— Alguém roubou o maior dos meus ovos! — choramingou a galinha.
Nesse momento a coruja lembrou-se que durante a noite o jovem furão foi ao capoeiro, escondido pelas sombras, e saiu com algo nas mãos, mas bateu com a cara num ancinho e perdeu um dente.
Rapidamente na sua sabedoria chamou todos os animais, o rafeiro, o gato, as galinhas e o galo.
Perguntou quem tinha roubado o ovo, todos disseram:
— Eu não, eu não.
— Quem mente perde um dente. — disse a coruja sabiamente — Deixem ver a quem falta um.
O furão foi rapidamente apanhado, pois nem se lembrava de ter perdido o dente.
Moral: Não devemos tirar o que não é nosso, nem devemos mentir.

Dragão e Fenix

Novembro 02, 2021

Carlos Palmito

Por entre os vales de uma montanha tão grande que tocava os céus, ziguezagueava um dragão, criando rios por onde passava, até que ao longe viu um ser feito de fogo.
Parou hipnotizado pela beleza.
O pássaro de fogo viu-o, e começou a voar para longe.
— Espera, — disse o dragão. — não vás.
— Tenho que ir! — respondeu o ser de fogo, sem parar o seu voo. — Tu és água e eu sou chama, nunca nos poderemos juntar.
— Diz-me ao menos quem és.
— Sou uma fénix, talvez a ultima que existe.
— E não te sentes só?
O dragão não obteve resposta, pois já bem longe ia a fénix, entristecido decidiu retornar à criação do seu rio, mas na descida algo lhe captou a atenção, um ovo perdido. Contemplou-o pensando “já não vais ser a ultima, querida amiga”
Pegou-lhe e voou perseguindo um rasto de fogo.
— Porque me segues, dragão?
— Vim entregar-te isto! — Retorquiu o dragão, tirando de uma das suas patas um ovo escarlate.
A Fénix ficou estupefacta, pois sempre pensou que quem era diferente dela era mau, contudo aqui estava este dragão que apenas queria amizade.
A partir desse dia, tornaram-se amigos inseparáveis!
Moral: Apesar de diferentes, todos podemos ser amigos.

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D